O fim

Esta é a sexagésima décima quinta postagem (615ª). Estou a pensar não colocar mais nada aqui, a partir de hoje.

A lista já vai longa e por vezes é muito moroso ter-lhe acesso. Foram muitas postagens, algumas bem carregadas com fotos.

Vou inventar um novo blog. Já tem nome. Aqui, está um espaço novinho em folha, que vou continuar a preencher com as minhas fotos, idéias, pensamentos, citações, enfim, tudo o que me vier à cabeça.

Neste Maio florido de 2008, despeço-me. Muito obrigada por aqui terem passado. Muito obrigada por deixarem comentários. Espero-vos no outro sítio.
E deixo-vos esta mensagem:


- Qualquer um pode carregar seu fardo, embora pesado, até anoitecer.
- Qualquer um pode fazer seu trabalho, embora árduo, por um dia.
- Qualquer um pode viver mansamente, pacientemente, amistosamente, até que o Sol se ponha.
E isso é o que realmente a vida requer.
(Stevenson, escritor britânico)

8 comentários:

Pink disse...

Que pena...
Ando meio desaparecida devido ao trabalho e quando chego está de partida!!!
Mas vou já espreitar o novo blog.
Até!

theila sabbah disse...

Olá dona guida?!?! parabéns pelo seu blog está mesmo muito lindo e com muito gosto...

beijinhos e fique com Deus...

THEILA SABBAH

Guidinha Pinto disse...

Pink, continuo a contar consigo como visita e comentarista ;)
Obrigada.
Até!

THEILA SABBAH
Terminei este mas inventei outro: coisas-de-tia ...
Obrigada pelo amável comentário.
Volte sempre e fique com Deus também.

O Profeta disse...

Imagino o canto maternal das baleias
Como doce e sentida balada
Imagino um beijo na procura
De uma fugidia criatura amada

Um domador de ventos e tempestades
Uma viagem de aventuras repleta
Serei eu um herói de comédia de enganos?
Ou apenas um pobre e louco poeta

Boa semana

Doce beijo

O Profeta disse...

Algures entre entre este verde de desesperança
E este cinza celeste que me envolve a alma
Há um lugar onde moram os sonhos
No espelho de água de uma lagoa calma

Algures sei que te vou encontrar no desencontro
Numa rua ladrilhada de contradições
Com pedras de basalto duro e frio
Onde habita o desalento de dois corações


Boa Páscoa

Doce beijo

Jacque disse...

Vim convidar para assistir meu vídeo novo, no Blog: """SENTIMENTOS"""
http://sentimentosjacque.blogspot.com
/

Beijo

O Profeta disse...

Hoje ofereci as cores da minha paleta
A uma amiga na sua dor
Ouvi seu choro ao meu ouvido
No fatalismo do desamor

Hoje o sono acordou-me
A nostalgia agitou suas asas cinzentas
Esqueci no acordar o ultimo abraço
E contei as nuvens que eram tantas


Doce beijo

Guidinha Pinto disse...

Lembrei-me de vir até aqui matar saudades.
E agradecer mais uma vez a todos os que mne visitam.
Estou em http://coisas-de-tia. blogspot.com que conta já com mais de 1000 postagens.
Se quiserem aparecer estejam à vontade.
Muito obrigada a todos.
Um abraço.